Insira o seu e-mail e receba todas as actualizações do FORCADO AMADOR

CARTA ABERTA DE LARA VICENTE A ANDRÉ SILVA (PAN)

Sr. André Silva:

Poderia escrever tanta coisa, mas tenho a certeza que iria acabar por me repetir e por repetir tanto do que já foi dito, em forma de defesa da nossa tauromaquia.

Sou apenas uma aficionada que ama esta tradição e como sempre me ensinaram que falar com o coração é a forma mais sensata de chegar a quem ao nosso lado caminha, é dessa maneira que irei escrever as minhas palavras não para defender a nossa tauromaquia pois entendo que não precisamos de defesa, afinal de contas defesa precisam todos aqueles que são acusados de algo ilegal.

Devido às ultimas palavras do Sr. André Silva (partido PAN) quando diz que "a tauromaquia é uma das piores formas de trabalho infantil", acredite que tenho uma certa curiosidade em tentar perceber que tipo de pessoa é o senhor, pelo facto de ser o primeiro a encher o peito para falar das nossas crianças!

Mas que moral tem, quando foi inclusive o senhor que chumbou o aumento do abono de família a famílias com deficientes a cargo. Então aqui não lhe interessa o bem estar dessas crianças que muitas vezes ficam privadas de uma melhor qualidade de vida pelos cortes que o senhor e o seu partido foram responsáveis, assim como chumbaram o horário flexível e alargado em creches.

Senhor André Silva, perante isto quero -lhe dizer que sou mãe de dois filhos aficionados e acima de tudo felizes. A tristeza deles não é irem aos toiros, é sim verem a mãe ter que trabalhar horas a fio para que possa pagar uma ama para ficar com eles, naquelas horas em que ela trabalha e que pelo facto de o senhor chumbar o horário alargado em creches, ela se ver obrigada a ter que contratar uma ama, quando podia usufruir gratuitamente do ensino público.

Essa mesma mãe que trabalha horas a fio para colmatar tal situação, também se vê obrigada a fazer esforços redobrados para que a filha de sete anos portadora de síndrome de asperguer (autismo) possa ser acompanhada da forma mais digna possível ,mesmo com o corte que o senhor lhe fez à carteira, e não aumentando o abono de família para famílias com crianças de ensino especial.

Senhor André Silva, saia do seu pedestal e encare a realidade da vida, e não enquiste na fantasia, na mentira e na frustração onde o senhor vive, atacando a tauromaquia, dizendo que esta recebe milhares de euros em subsídios. Perceba sim, que graças à nossa tauromaquia existem milhares de postos de trabalho, graças à nossa tauromaquia existe o toiro bravo, graças à tauromaquia existem milhares de misericórdias que arrecadam milhares de euros com as nossas corridas e com todos os espectáculos taurinos.

Tente se preocupar mais com a realidade miserável em que vive o nosso país a nível de educação, de saúde, de alimentação, de cuidados básicos da nossa sociedade.

Tente se preocupar com os milhares de idosos que morrem sozinhos nas suas habitações, em todos aqueles comerciantes que vivem do comercio local, e para quem muitas vezes é importante o aumento das receitas em dias de corridas, quando essas localidades se enchem de visitantes e aficionados.
Faça antes como cada um de nós aficionados, que nos juntamos em causas sociais e humanitárias ajudando quem mais precisa como foi o caso do festival LVida no Campo Pequeno, como é o caso da angariação de brinquedos dos nossos forcados para 42 instituições do nosso país no dia 1 de Junho (dia mundial da criança).

Isso sim são preocupações prioritárias e que fazem sentido.

Por último entregue todas as suas forças em retirar os milhares de animais (cães e gatos) das nossas ruas, ajude os milhares de sem abrigo que dormem ao relento com a barriga vazia enquanto o senhor perde tempo com algo que não faz qualquer sentido.

Dizer-lhe que como mulher, mãe, cidadã não admito que nem o senhor nem ninguém em pleno séc. XXI me venha dizer o que posso ou não ver na minha televisão.

Como anteriormente lhe disse para se preocupar com tantas outras coisas agora acrescento, para se preocupar com o que requer preocupação, como é o caso de programas que nos entram por casa dentro 24 horas por dia com linguagem menos própria, com sexo ao vivo, com uma tamanha pouca vergonha.
Isso sim é motivo de preocupação e não uma corrida de toiros, que nos últimos anos é um dos programas que mais telespectadores tem na nossa televisão pública.

O 25 de abril foi em 1974 e a partir daí passamos a ser um país livre na liberdade de expressão e livre de censura, por isso mesmo recolha as suas palavras retrógradas e sensacionalistas num país que é livre, e aprenda sim a ultilizar de forma activa a palavra respeito.

Sou e serei sempre aficionada assim como irei sempre mostrar o lado da minha tauromaquia, que o senhor insiste em manchar e intitular como massacre. Massacre sem dúvida, é ver como de uma mente como a sua pode sair tantas barbaridades, tanta falta de senso comum e acima de tudo de sentido da realidade.

Viva a tauromaquia...
Sim aos toiros....
Saudações taurinas

Lara Veiga Vicente

1 comentários:

Migs at: 12 de maio de 2016 às 00:46 disse...

Ola Lara,
http://porfalarnoutracoisa.sapo.pt/2014/07/10-argumentos-favor-da-tourada.html?m=1

E é tudo. Fique bem.

Enviar um comentário

ATENÇÃO: NÃO SE ACEITAM COMENTÁRIOS ANÓNIMOS

ATENÇÃO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução dos conteúdos sem autorização. Se desejar alguma fotografia ou informação contacte: geral.forcadoamador@gmail.com.

FORCADO AMADOR © 2014 All rights reserved.

NOTICIAS

Clique na imagem e aceda aos últimos vídeos!

Visite a Loja On- Line

Visite a Loja On- Line
________________________________________________________________________________________________________